Atendimento clínico com casais

Relacionar-se é uma necessidade humana básica. Apesar disso parece cada vez mais difícil manter um relacionamento afetivo feliz e duradouro.

 

A Terapia Cognitiva de Aaron T. Beck e os trabalhos de Albert Ellis demonstram a importância que a cognição, entendida como a forma que cada um de nós entende, percebe e dá significado as nossas vivências, desempenha na construção e na vivência dos relacionamentos íntimos.


Quando a percepção do parceiro afetivo se dá de maneira negativa o indivíduo irá naturalmente experimentar sentimentos igualmente negativos como a raiva, o desapontamento e a amargura.

A deterioração de um relacionamento não acontece da noite para o dia e mesmo grandes eventos como a quebra da confiança, dos acordos ou das expectativas que são a base de cada relacionamento nunca acontecem sem uma história de desentendimentos anteriores que raramente envolvem somente um dos parceiros. Semelhantemente a reconstrução da relação, do entendimento e do amor tem de ser uma obra a qual aqueles que escolheram ser parte de um relacionamento devem se dedicar juntos.

A Terapia Cognitiva conta com instrumentos que podem ajudar os casais a reestruturarem a sua comunicação, o entendimento, a desconstruírem as expectativas irrealísticas e a reencontrar a verdadeira intimidade.

Leave your comments

0
terms and condition.

People in this conversation

Comments (35)

Load Previous Comments